Irregularidade da chuva deve persistir no sul até janeiro

O céu segue carregado com nuvens de chuva desde o sul da Bahia até a região Norte. As precipitações ainda são impulsionadas por uma Zona de Convergência do Atlântico Sul (Zcas).


As chuvas mantêm o nível de umidade do solo elevado em grande parte do Centro e Norte do Brasil. Por outro lado, no Sul, leste de São Paulo e sul de Mato Grosso do Sul, a umidade está baixa, trazendo reflexo para áreas produtoras de cana-de-açúcar, tanto no interior de São Paulo como em Mato Grosso do Sul.


A previsão do tempo diz que o cenário para distribuição de chuvas no país deve permanecer inalterado até o dia 13 deste mês. As precipitações podem voltar ao Sul e Sudeste, mas em um volume muito baixo e de forma irregular.


Apenas a partir do dia 14 de dezembro a chuva se espalha com mais força, no entanto, os maiores volumes devem ser observados no Centro-Oeste, com até 100 mm em algumas localidades.


No Sul, a chuva, se vier, será fraca e não alterará o quadro de estiagem na região.


Fonte: Canal Rural

13 visualizações0 comentário