Condições das lavouras de soja e milho pioram no Paraná

As lavouras de soja e milho do Paraná em condições boas diminuíram na semana encerrada na segunda-feira (20), segundo relatório do Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria de Agricultura do Estado.


No caso da soja, o porcentual de plantações em boa situação caiu de 71% na semana passada para 57% agora; em contrapartida, a área em condição média foi de 23% para 30%, e em situação ruim, de 6% para 13%.


Das lavouras da oleaginosa no Paraná, 28% estão em desenvolvimento vegetativo, 43% em floração, 28% em frutificação e 1% em maturação.


Em relação ao milho verão, as áreas em condições boas representam agora 63% do total, ante 77% há uma semana; em situação média, são 27% atualmente, acima dos 20% da semana passada; e em condição ruim, 10%, ante 3% no relatório anterior.


O Deral informou, também, que 16% das plantações de milho se encontram na fase de desenvolvimento vegetativo, 41% na de floração, 40% em frutificação e 3% em maturação.


Perdas


O clima no Paraná está sofrendo os impactos do La Niña, e tem registrados precipitações abaixo da média neste mês.


Nesta semana, duas consultorias – AgRural e Safras & Mercado – estimaram perdas na produção paranaense grãos na safra 2021/22, em torno de 10%. Nesta quarta-feira (22), o Deral deve apresentar uma nova estimativa de safra para o ciclo atual. No caso da soja, o departamento espera uma colheita de 20,806 milhões de toneladas. Volume 5% maior ante a temporada passada, quando foram colhidos 19,771 milhões de toneladas.


Fonte: Canal Rural

0 visualização0 comentário