Brasil reduz exportação de soja em grão para atender alta de farelo e óleo

Nos cinco primeiros meses de 2022 as exportações brasileiras de soja em grão recuaram 8% na comparação com igual período de 2021. Foram 43 milhões de toneladas este ano, com receita cambial de 24,1 bilhões de dólares, e 46 milhões de toneladas embarcadas no ano passado.


Quanto ao farelo, o Brasil estava crescendo de maneira lenta nas exportações, mas houve um salto em 2021, com 17,2 milhões de toneladas. Neste ano, em apenas cinco meses, o país já embarcou praticamente metade deste volume, com 8,2 milhões de toneladas, crescimento de quase 30% em comparação ao mesmo período do ano passado. A receita cambial das exportações do subproduto já totaliza 4 bilhões de dólares.


No caso do óleo de soja, houve uma queda nas exportações de 2018 para 2020, de 1,41 para 1,10 milhões de toneladas. Porém, em 2021 foi registrado um volume recorde de 1,65 milhões de toneladas e uma receita de dois bilhões de dólares. Neste ano, de janeiro a maio, foram quase um milhão de toneladas de óleo de soja exportado (0,95 milhão de tonelada), crescimento de 58% em comparação ao mesmo período de 2021, quando o Brasil exportou 600 mil toneladas de óleo.


Fonte: Canal Rural

25 visualizações0 comentário